21.10.08

lição política # 2

O dia em que ele chegou ao nosso pedaço, tudo parou. Ele era lindo, vinha de outra cidade, tinha outro sotaque e fazia bicicross, sendo o único capaz de saltar em um único lance o grande vão que criamos entre dois morros de terra.

Ele sorria muito, era muito educado e não fazia coisas estúpidas como os outros meninos. Era o tal e sendo o tal dilacerou o coração de todas as garotas. Nunca prometeu nada a nenhuma e por isso mereceu todo o desprezo.

Na festa na garagem, ele terminou com a vassoura porque ninguém iria dançar ou falar com ele. E assim, criamos a indiferença.

0 Comments:

Publicar un comentario

Links to this post:

Crear un vínculo

<< Home