11.7.07

diálogo fake no msn

Created in July, 2007

As malditas, as malditas das listinhas que ficam na minha cabeça e eu não durmo, o sono dos justos e das putas, eu não durmo porque vêm as listinhas, morre-se de fome nessa casa, porque ninguém vai ao supermercado, morre-se asfixiado porque não chove, morre-se de tédio, ali, na frente da tela, fazendo uma conta, duas, uma lista de tarefas para aqueles que ficam do outro lado da linha, do telefone, eu pensando, mentira, babando ao som do Dave Matthews, não consigo lembrar das listinhas.
Enquanto isso, lá no Velho Mundo, meu amigo se esbalda em pubs irlandeses.

Por aqui, perco quase uma hora do meu poco tiempo em uma conversa estúpida com um cara que demora essa uma hora para descobrir que eu sou eu. O que leva uma pessoa a dizer oi para a outra no msn sem saber com quem fala? Tive um minuto Da Matta, você sabe com quem está falando? E não, o sujeito não sabia mesmo e eu aloprei, porque não era possível, na minha cabeça nem passa um troço desses, sair falando oi para quem não conheço logo na web, na rua até falo oi para quem não conheço, mas daí passo a conhecer, mas na web? É bem típico do homem-prego, esse que não desgruda do chão, não vai para o caminho e só viaja no caminho alheio, a distância segura de seu computador. Eu, sendo filha do vento, não posso admitir um negócio desses. O próximo passo, o que seria, dar em cima de mim sem saber quem eu sou? Eu podia ser a Violeta, que matou o coronel Mostarda na sala de música com o candelabro.

0 Comments:

Publicar un comentario

Links to this post:

Crear un vínculo

<< Home