9.4.07

coisas para fazer na praia


Li em um blog amigo que a praia é um espaço que bestializa o indivíduo. Seja lá o que isso signifique, a palavra é boa, até Murilo Carvalho usou em um de seus melhores livros, Os Bestializados. Mas a praia bestializa porque iguala a todos, esse é a justificativa do autor. E nivela todos por baixo, pelo pior tipo, que é o surfista calhorda. Aliás, era essa a música de uma banda batuta lá da minha terra, Os Replicantes. O surfista calhorda é o que não sabia surfar e ficava rabeando a onda dos outros. (rabear - expressão que designa descer a onda na frente de outra pessoa e não ser bem sucedido. Tipo, atrapalhar o movimento)

Eu respeito quem não gosta de praia. Não entendo, mas respeito. Fico achando o mundo meio injusto quando isso acomete pessoas que vivem em cidades de praia. Elas deviam fazer um intercâmbio comigo, que moro na Babylon sem água, apenas com esgoto a céu aberto.

E, como para mim não há nada como a geografia litorânea e o gosto de sal na boca, inspirada pelo post alheio e por mais um feriado no Rio, fiz uma lista de dez coisas ótimas para fazer na praia:

1) Descer de duna correndo, para tropeçar e virar milanesa

2) Jogar taco, a favor do vento para você e contra o vento para o adversário

3) Ver o nascer ou o pôr do sol, quieto

4) Surfar. Poucas sensações são tão boas quando deslizar por uma onda, mesmo que seja para levar um caldo monstro

5) Mergulhar. Se não tem onda, pode ter peixinho, pedra, areia mexida e até lixo. O fundo do mar é melhor que quadrinho

6) Dormir na areia e acordar de mansinho, para não estragar a vertigem

7) Simplesmente observar a natureza

8) Apostar corrida para entrar na água gelada

9) Caminhar a esmo, especialmente em litorais feitos para isso, como o do Rio Grande

10) Tirar milhares de fotografias de uma série perfeita de ondas, como em Pipeline


PS - a foto acima é de Whitianga, NZ. Não tem como não gostar.

0 Comments:

Publicar un comentario

Links to this post:

Crear un vínculo

<< Home