26.7.06

Pequenezas

Desmanchei mais uma cabana. Sorriso. Uma amizade que é fortaleza. Um toque. Torcida. Tristeza. Meu time perdeu.

Deserto. Dentro de mim. Está perto.

A desatenção é um perigo. Ouça o que digo.

A menina e a carta

Eu sou a menina que espera a carta. Ela não veio, mas ainda assim a espero, ansiosamente. A menina que perdeu as conexões do seu mundo, nos seus caminhos, e que, hoje, só espera a carta. A menina que tem na mão uma estrela, à espreita para se lançar em uma nova viagem. Que conheceu tanta gente que já nem lembra mais. Que queria esquecer muito mais e lembrar outro tanto. À espera da carta olhou com ansiedade a noite clara da metrópole, quis que fosse escura como a noite de Mostardas. Ou do lugar da carta. E lá vem o mensageiro com a nova surpresa. E não foi a carta.

1 Comments:

Blogger edicreuso said...

oi analalalalalalas :) uma letrinha do kings pra usted

kusse


Summerchild that sits by the water
weaving sunlight threads in his hands
the golden river that day a shelter
a stream where he could make pebbles dance

you looked around you, nobody had taken
any notice of what you saw: against the evening sky a formation
a million black birds looking like one

live long
save ten years to remember
live long
hold it in front of your eyes once more

26/7/06 17:52  

Publicar un comentario

Links to this post:

Crear un vínculo

<< Home